Animais:

Um pardal, cansado da rotina, resolveu partir para novas aventuras. Voou, voou, até uma região gelada. Ficou tão gelado que caiu na  neve. Uma vaca, que passava por perto, viu a triste situação do pardal e resolveu ajudá-lo: deu-lhe uma cagada em cima. Ao sentir-se quente e confortável, o passarinho começou a cantar. Um gato ouviu o seu canto, foi lá tirou-o da merda e comeu-o.
ENSINAMENTOS BÁSICOS
1. Quando estiver cansado da rotina, tome cuidado com novas  aventuras para não entrar numa fria;
2. Nem sempre quem caga em cima de você é seu inimigo;
3. Nem sempre aquele que tira você da merda é seu amigo;
4. Quando se sentir quente e confortável, ainda que esteja na merda, conserve o bico fechado;
5. Quem está na merda não canta.
 

Num circo de segunda categoria, o descuidado domador deixa a porta da jaula aberta e a certa altura do espectáculo, um dos leões escapa e vai caminhando lentamente em direcção ao publico. No mais completo desespero, a multidão começa a correr para todo lado e só um aleijado fica ali parado, suando em bicas, a poucos metros da fera. Ao perceber a tragédia iminente, a turma começa a gritar:
- Olha o aleijadinho! Olha o aleijadinho!
Enfurecido, o aleijadinho responde:
- Porra! Deixem o leão escolher
 

Recebendo um diplomata brasileiro na corte, a rainha Elizabeth da Inglaterra, convidou-o para dar uma volta pelas ruas de Londres numa das suas carruagens reais. De repente, um dos cavalos solta um tremendo peido. A rainha, apanhada de surpresa, fica toda atrapalhada e diz:
- Peço mil perdões, mister Aldair... Não sei como isso poder acontecer.
E o diplomata brasileiro, cheio de boas maneiras:
- Não há de quê, Majestade... Eu até pensei que tivesse sido o cavalo!
 

Era uma vez um Cão que tinha uma pata de borracha.
Um dia coçou-se e apagou-se !!!
 

O rei leão decidiu fazer uma festa na selva. E para isso reuniu todos os animais da selva. Então o leão diz:
- Para a nossa festa, precisamos de música!
E responde o sapo lá de trás:
- Qual música pá, nós queremos é gajas!
Mas ninguém lhe dá ouvidos. E diz o leão:
- Precisamos também de luzes!
E o sapo volta a protestar:
- Qual luzes pá, nós queremos é gajas!
Mas ninguém lhe dá ouvidos.
E o leão diz:
- Precisamos também de comida!
- Qual comida pá, nós queremos é gajas!
E o leão enfurecido diz:
- A partir de agora estão todos convidados para a festa, menos aquela coisinha verde!
E o sapo responde:
- Caga no crocodilo meu , nós queremos é gajas!
 

Estavam dois cavalos num bar a conversar:
- É pá, nem sabes o que me aconteceu no outro dia. Estava no hipódromo pronto para correr e quando olho para o lado só vejo  cavalos em forma, musculados e cheios de saúde, daí pensei em desistir porque não tinha hipóteses, mas de repente senti uma  coisa no estômago a ir em direcção ao rabo e saí disparado acabando por ganhar a corrida, foi  fantástico.
- Que coincidência, eu estava no hipódromo, olhei para o lado e só vi Jockeis muito elegantes e magrinhos, olhei para o meu vi um  gajo muito pesado, já estava quase a desistir quando de repente  senti uma coisa no estômago a ir em direcção ao rabo e saí  disparado acabando por chegar em   primeiro lugar, até fiquei espantado.
Depois desta conversa chega-se um Galgo ao pé dos cavalos e  diz:
- Vocês desculpem mas eu estava ali sentado e não pude de  deixar ouvir a vossa conversa, porque no outro dia eu estava no  canídromo, olhei para os lados e só via galgos elegantes bem  tratados, só pensava em voltar para casa   e não correr, quando de repente sinto uma coisa no estômago a ir  em direcção ao rabo, saí disparado da meta e ganhei.
Depois disto um cavalo vira-se para o outro e diz:
- Espectacular pá, reparaste ? Um cão que fala !